Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

folhasdeluar

Poesia e cenas do dia-a-dia

folhasdeluar

Poesia e cenas do dia-a-dia

Candeiro

Alma em gestação permanente Nascida da música que se desfaz na noite Ritual antigo de silêncios mastigados Teia de aranha murmurando a sua posse Estendendo as quelíceras Veneno (...)

O sorriso

Invejo o silêncio de quem morre Porque quem morre Descobre a verdade e nada diz Não é por acaso que muitos cadáveres Jazem na urna. Como se estivessem no seu leito Alguns até sorriem. (...)