Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

A consciencialização da guerra

A guerra na Ucrânia não se deve só à loucura de Putin. Deve-se ao amolecimento e decadência da Europa. Quando a Rússia anexou a Crimeia, a Europa e a NATO deveriam ter-se unido, ( como agora fizeram com a invasão da Ucrânia) e aplicado logo as sanções que agora estão a aplicar. Essas sanções serviriam de aviso a Putin para o caso de ter outras intenções, como se vê que tinha. O objectivo final era a Ucrânia e não se sabe ainda se não atacará mais países que fugiram da sua órbita.

 

A verdade é que o mundo precisava de um abanão. A Europa e a NATO estavam a entrar em desintegração. O egoísmo era a palavra de ordem. Veja-se o caso da Finlândia que era contra o auxílio aos países do sul e agora veio colocar-se debaixo do guarda-chuva da NATO.

A Rússia pode estar a dar um passo (embora pareça o contrário) em direcção à democracia. Putin será corrido do poder mais cedo ou mais tarde, e os russos devem aprender a lição de que não podem impôr-se à Europa e ao mundo unidos.

O contra da guerra é a morte e a destruição dos países, no caso desta é um alerta e uma chamada à consciencialização de que a Europa se tem que unir. Até quem sabe se no futuro e com outro líder, a Rússia não poderá ser uma aliada.

 

Pensava-se que seria quase impossível uma guerra na Europa. Depois de Hitler, pensava-se que se havia aprendido a lição,mas a realidade mostra-nos que as ambições desmedidas são obra dos loucos, e as guerra fratricidas também.

6 comentários

Comentar post