Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

A plateia...

Esta noite esqueci-me de sonhar com o canto da luz

Esta noite esqueci-me de sonhar com a virtude solitária

Esta noite esqueci-me de sonhar com a essência da alegria

E fui...procurar a incompreensão pelas terras dissolvidas

Fui procurar o instante em que um fio de luz atravessou o espaço

Zunindo aos meus ouvidos astrais

Como se me alongasse nesse instante de energia

Fui procurar a fonte da origem das paisagens longas e misteriosas

Onde as brumas interiores já não se distinguem das noites imaginadas.

Fui procurar dentro das pedras

Enormes sentimentos castrados pelas nuvens

Confundi a lonjura com as lágrimas que alongaram o meu olhar

Alonguei-o mais do que a minha vista podia alcançar

E centrei-o no ponto longitudinal da árida poeira

Depois...atei a minha alma a um cadáver de refulgente transparência

Indeciso...perante um cenário de trágica comédia

Fui expectador e actor de todos os sentimentos

Deixei a pegada da minha alma no deserto

Junto à árvore seca onde a fonte da alma se extingue

E onde se apaga a luz do desconforto...

Só depois descansei...

Porque vi que abandonavas a plateia...

Deixando-a deserta!

10 comentários

Comentar post