Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

A poetisa do amor

mw-320.jpg

 Por detrás do médico que dá a conferência de imprensa sobre a operação ao  Presidente Marcelo no Curry Cabral, está um painel dedicado à poetisa Sára Serzedelo (assim mesmo com acento no "a"), que morreu muito jovem. Desta grande poetisa apenas foi publicado um livro- O canto do Cisne - ( póstumo) em 1926, eu tenho a sorte de ter um exemplar desse livro que me foi oferecido pela minha tinha Eduarda.É um exemplar já com algum desgaste, mas contendo magníficos poemas, aqui reproduzo um    deles e também a capa do livro.

Scan.jpg

 Nota -  este poema será transcrito respeitando a ortografia de então

Flôr do génio

Deus, ao criar o mundo, em seu poder infindo

Deu vida a uma flor, a que chamou Talento

E a tenra flôr cresceu em campo vasto e lindo,

Beijada pelo sol, batida pelo vento.

 

Por todos cubiçada, ao Poéta ela foi dar

A vibração sutil do seu fulgor radiante;

Surgiu após a Glória, e veio aureolar

A sua fronte bela em nimbo deslumbrante...

 

Ó Poéta imortal, eterno Trovador,

A quem - astro gentil - beijou a Inspiração

Como tu, bem quisera, acalentando a Dôr,

Levar o doce alívio a todo o coração...

 

Mas na minha humildade apenas sei chorar

E, se nos versos meus pus toda a minha vida,

Não lhes dei o calor que vai reanimar

Do ente amargurado a alma entristecida...

Bom 2018 a todos...

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.