Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

folhasdeluar

folhasdeluar

Olhei os olhos de uma árvore...

Era o pensamento...eram as palavras....

Era a essência dos enigmas...

Tudo a afundar-se num mar de luz e caos!

 

Olhei os olhos de uma árvore...

Que deixou cair uma folha...

Como quem derrama uma lágrima.

 

O vento atiçava-me os sentimentos...

E eu disse-lhe que não tinha tantos sentimentos assim...

Que pudessem aconchegar-se  à fúria de tanto vento!

 

A única coisa que recuso...é a existência da realidade.

 

E no final do dia...esvaí-me....

Como quem não tem estrutura para aguentar o peso do ocaso que me rodeava...