Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

folhasdeluar

folhasdeluar

Acorda-me...

índice.jpg

 

Acorda-me...deixa que veja o que nos sobrou da noite

Acorda-me...deixa que ancore na extrema pétala da manhã

Na fundura mais extrema residem as palavras que nos cobrem

É lá que escutamos o riso dos barcos ecoando na noite

Sobrámos dentro da esperança..renascemos nas plantas primaveris

Brevemente o sol cobrir-nos-á de pétalas vermelhas

E a noite irá dissipar-se dentro da lucidez ácida do amor

Vejo-te agora como um mar onde adormeço

És a vaga que me desperta no ardor intenso do teu sono

O que nos sobrou depois de tanta tempestade?

Que caules desastrados pisámos?

Até quando vamos erguer-nos dos nossos escombros?

Tudo em nós desperta na luz impermanente

Fechados os olhos...terminada a floração das sombras

Seguiremos lado a lado...com a memória toda inteira..