Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

Alquimia...

Alquimista que corres entre dois sonhos

Vives das cinzas que alimentam as espadas

Constróis o tempo que roda nas praças

Atravessando a noite nascida do sangue

Correndo nas almas que jazem nas pedras

Fazendo dos cardos amuletos de sombras

Morrendo no leito que nada no sonho...

 

A lenta passada da luz caminha em direcção ao infinito

O ventre da terra abre-se como uma estrada sem destino

Resta-nos caminhar em frente e conquistar o dia...

 

10 comentários

Comentar post