Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

folhasdeluar

Poesia e outras palavras.

folhasdeluar

Poesia e outras palavras.

As batalhas...

As ruas...onde nenhum rosto cintila...são promontórios fechados às lamparinas dos olhos. São histórias dobradas em folhas que ninguém sabe. Caminho por essas ruas como quem descobre um lugar sagrado. Têm janelas. Interiores. têm uma luz de secreto sabor a vento. São longas...as ruas. São pátios onde se pisam sombras. São pedras e nebulosas claridades. Há nas ruas uma palidez de relíquia sagrada. Há nas ruas uma guerra que ninguém ganha. E uma folhagem de doce liberdade. Sinto-me leve nas ruas. Sinto-me em sintonia com quem se desvia de mim. Sei que os outros são apenas os outros. São pessoas...ou muitas delas nem isso.

 

Há em mim uma busca antiga pelas sombras. Um inato escalar de arestas calcárias. Uma legítima felicidade. Desloco-me como se tudo viesse até mim. Passeio pelas palavras e pela brisa. Junto-me aos desabafos da noite. Faço perguntas. E de manhã...rumo ao cais...onde todas as vidas se juntam.

 

Viro-me de frente para o sol que nasce. E escondo a minha multiplicidade de pequenos olhos a orbitar uma face cerrada. Intransparente... porque só eu habito a minha batalha.