Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

Poesia e cenas do dia-a-dia

folhasdeluar

Poesia e cenas do dia-a-dia

“Até aos cinco anos de idade não se deve ensinar nada às crianças"

Até aos cinco anos de idade não se deve ensinar nada às crianças”***

*** Aristóteles

 

Nesta bela frase de Aristóteles reside toda a liberdade de ser ser criança. Deve-se deixar as crianças apenas brincar e usufruir da sua vida de criança. Livre e sem responsabilidades.

 

Dos cinco anos até aos sete as crianças deverão ser educadas pelos pais no sentido da honestidade. Só a partir dos sete anos a criança deverá frequentar a escola. O ensino deve fazer-se em dois períodos. O primeiro até aos catorze anos e o segundo até aos vinte e um.

 

Continua a haver na educação das crianças uma dúvida. Não se sabe se se deve ensinar às crianças as coisas úteis à vida, ou as altas ciências sem as quais as pessoas podem passar.

 

Há aqui um paradigma que as escolas devem ultrapassar. Se por um lado é preciso ensinar as letras e as ciências, por outro estas devem ser completadas pelo ensino de coisas úteis à vida prática.

 

Há pelo menos quatro coisas que se ensinam às crianças: 1.º as letras, 2.º a ginástica,3.º a música; alguns acrescentam uma 4.ª a pintura.

 

Desde sempre os antigos acharam que a música deve fazer parte da educação. A música é o princípio de todos os encantos da vida.

 

Quanto à pintura é preciso mostrá-la às crianças, para que formem o gosto pela teoria das formas do belo físico.

 

Já a ginástica tem como objectivo o fortalecimento da coragem e do temperamento.

 

Baseado em Aristóteles – Tratado da Política

 

 

7 comentários

Comentar post