Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

Atrevimento...

Atrevo-me a desmistificar a verdade. Atrevo-me a quebrar a germinação dos silêncios. Flutuo entre a chama de uma vela e um solitário nevoeiro. Tenho contra mim a minha falta de vontade. A minha falta de paciência é a óbvia resposta à inútil pergunta. Um entrançado de gelo e incenso percorre-me o corpo. Leitosas pontes esperam por mim. Acompanhadas por imensuráveis ressacas de corpos esquecidos. Aprendi a enlouquecer...devagarinho. Como quem procura uma cura para a desistência. Ou... como quem procura a profundidade das coisas. Quero ir sempre mais além. Rasgar os factos. Descalçar os sarcasmos. Terei mesmo que me refugiar numa escuridão? Ou descobrirei a secreta ambição dos mortos? Os momentos fundem-se em perguntas contagiosas. A vergonha crucifica-nos. Abaixo a vergonha. Viva a glória de desobedecer. É tempo de correr e de carregar a chama. É tempo de erguer a aflição...e de carregar as baterias da Vida.

 

7 comentários

Comentar post