Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

Bolhas que caem a pique sobre o brilho do mar...

Sopro beatificamente a minha insustentável alegria
Cai sobre mim a luz que domina a sonolenta manhã...
Como se fosse uma música soprada por uma flauta de água...
Do meu peito rebentam estilhaços de prazer...
Bolhas que caem a pique sobre o brilho do mar...
E uma embriaguês de sol e água inunda os meus olhos repassados de maresia
Agora que a tua fonte perdeu a auréola que me cercava...
Agora que o triunfo da luz abafou o teu brilho opaco...
Agora....recomendo-te aos passantes...aos silêncios...e aos pássaros
Só não te recomendo a mim...que passei por ti ofegante ...fechado num chão cego...
Pelos dias em que murmuravas...sob as árvores...abafados hinos de prazer...

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.