Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

folhasdeluar

folhasdeluar

Calados ficaremos a fingir que somos sérios

Calados ficaremos a fingir que somos sérios
No dia em que flutuarmos na palavra felicidade
No dia em que a nossa imagem...abrace o Absoluto...
No dia em que a nossa resignação console a realidade
No dia em que as ilusões sucumbam ao prazer
No dia em que santificados...nos cresçam asas nas costas...
No dia em que o amor seja tão verdadeiro como a morte
No dia em que o prazer não seja imaginado...mas verdadeiro...
No dia em que o nosso peito exulte... por nós próprios
Nesse dia em que seremos grandes...infinitos...redentores...