Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

Caminhos de nuvem

Quem voa por dentro da sombra lenta de um pássaro

Sabe que o medo é uma ideia de fim sem começo.

 

Aos olhos da vida todas as coisas se reduzem a cinzas

Aos meus olhos todas as coisas reluzem num bailado de estrelas.

 

E se repito muitas vezes este sussurrar de luzes

É porque na minha boca cantam pássaros esfaimados.

 

Há um frio severo em cada flor

Há um eco de mundo a reluzir nas paisagens

E há um caminho percorrível pousado em cada nuvem....

6 comentários

Comentar post