Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

Cascata de fogo

Imagino o teu corpo deitado sobre a brisa primaveril... sinto a tua luz empoçada em mim

Percorro o teu corredor... espreito por entre a fragrância das tuas coxas... abro a tua porta

Imagino-te como um verão onde se fundem brisas azuis...

Escuto os grilos na relva...

Máscaras agitam-se na escuridão...

Sombreado de luas semeadas no teu rosto...caos cinzento

Um barco sai do porto... as velas enfunadas dizem-me que partiste...

E eu... desfaço-me numa cascata de fogo...

12 comentários

Comentar post