Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

Cisterna

A dor vai e vem...

É um pêndulo movido por fantasmas...

 

Ah! e na insónia encontro ...essa altiva sombra que desmembra os sonhos

Essa cisterna de angústias...essa impaciência...essa dissolvição da noite...

Essa busca...sem fim!

 

E mesmo que eu carregue o peso de uma lua

Mesmo que me afaste da simplicidade dos dias

Serei sempre uma fogueira a arder no naufrágio do frio.

 

E depois...esta acidez de flores incendiadas

Esta decepação da luz...este sono sem côr

Esta forma de nada dizer..que está sempre presente...

Em cada palavra.

12 comentários

Comentar post