Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

folhasdeluar

Poesia e cenas do dia-a-dia

folhasdeluar

Poesia e cenas do dia-a-dia

Corpo de anjo entrançado numa manhã de sóis...

Dormes..escuto-te o respirar de anjo que se deita na minha primavera

 

Jardim feito de raios flamejantes...

 

Como rios de espadas com cicatrizes que correm num emaranhado de mapas

 

Corpo de anjo entrançado numa manhã de sóis...

 

Que se escapam como fios entre os dedos...

 

Que correm sobre tranças de ouro em direcção a um firmamento intacto...

 

E todas as manhãs penetramos nesse tempo nu...indistinto...

 

Como um astro peneirado por estrelas que dormem numa gota de chuva...