Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

A saloia- Faceboock- Novo Banco - Os nórdicos - Um preto e um branco

Depois de algum tempo afastado do blog, nada melhor que regressar com um monte de banalidades.

 

Cristina Ferreira, esta mulher não pára. Ela era a TVI, ela era a SIC e agora lá vai novamente para TVI. A Cristina é a típica saloia. Para quem não sabe, saloios são os que habitam na zona oeste. Ao saloio ninguém engana. O saloio só tem olhos para o dinheiro. Quem olhar profundamente nos olhos de um saloio, verá, lá muito por detrás da íris, um brilho de ratice. O saloio é assim como que um judeu disfarçado de camponês ou de apresentador de televisão. A Cristina, tinha um programa na SIC. O programa era realizado numa casa. Uma casa copiada da casa do Herman José...mas a atirar para o saloio. Agora a Cristina vai ser directora de programas na TVI. Que tudo lhe corra bem.

 

 

O faceboock é um país. O faceboock é o maior país do mundo em termos de “habitantes”. Tem 2600 milhões de seres humanos. Contudo parece que metade dos perfis são falsos. O faceboock tornou-se no país do ódio e da mentira. Da manipulação e da falsidade. Possui a mais poderosa das armas. A desinformação. O faceboock faz ganhar ou perder eleições. Ali não há limites para o que cada um pode fazer. Então o que fazer? Acabar com o faceboock ? Impossível!

 

 

Parece que devido à pandemia há muita gente a passar por dificuldades. Mas essas dificuldades não são sentidas por todos. Que o diga o Novo Banco. O governo corta nas ajudas a quem está desempregado. A quem perdeu grande parte dos rendimentos. Mas...parece que sempre que o Novo Banco precisa de um injecção de capital, este está sempre disponível...e sem cortes. Pergunto; não se poderia utilizar o dinheiro que o NB exige, na ajuda a quem precisa? Não se poderia adiar por um ano ou dois a injecção de capitais no NB (para os quais todos contribuímos) e usá-los em ajudas aos necessitados?

 

Os países nórdicos criticam Portugal pelas vantagens que damos aos reformados desses países. Designadamente a ausência de pagamento de impostos.

Os países nórdicos não criticam a Holanda e a Irlanda por fazer exactamente o mesmo, mas...com as empresas. A Holanda e a Irlanda são um paraísos fiscais para as grandes empresas. E ninguém se rala. É que quando toca a moralizar a economia...ai do mais pequeno que se atreva a enfrentar os grandes.

 

 

Um homem matou outro. A tiro. Um branco matou um preto. A tiro. Uns dizem que foi racismo. Outros dizem que não ouviram insultos racistas. O BE  e outros vieram protestar contra o racismo. O CHEGA veio dizer que não foi um crime racista. Quantos brancos matam brancos por desentendimentos? Haverá um racismo branco/branco? Ou haverá apenas maldade? Todos os crimes de morte são absurdos. Este não foge à regra. De nada vale incendiar as pessoas com racismos. Sabemos que há pessoas racistas. Sabemos que há brancos racistas. Sabemos que há pretos racistas. Dizer que Portugal é um país racista é desconhecer Portugal. Um homem morreu por causa de um absurdo. Mas pretender que a corda só estica para um lado é criar instabilidade. É manipular. Nada se pode fazer para evitar que certas  pessoas não gostem de outras por causa da cor da sua pele. Só uma coisa pode ajudar. A educação. O civismo. E a consciência de que somos todos seres humanos. Com pele de cor diferente.

 

E pronto.

5 comentários

Comentar post