Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

Criticar alguém é um acto absolutamente inútil e vazio

Cada um age dentro dos limites que a sua educação lhe permite. Criticamos a má-educação, quando o mais correcto seria dizermos má-criação. Malcriado é isso mesmo, alguém cujos alicerces educativos não foram os melhores. É assim algo como uma casa sem bases, que está sempre pronta a ruir. Criticar essas pessoas não é o mais indicado. O mais indicado é mostrar-lhe que lhes falta a luz educativa. Criticar é perder tempo. É gastar a nossa paciência. É fazer sair de nós uma força que não vai resolver nada. Não devemos criticar? Não! Cada um vive dentro dos seus parâmetros. É preferível gastarmos o nosso tempo e a nossa energia em acções úteis e que contribuam para que aproveitemos o dia. Criticar alguém é um acto absolutamente inútil e vazio. É um mergulho na areia. É um enterrar a nossa opinião num lodaçal de negações. Criticamos nos outros as acções de que não gostamos, esquecendo que não vamos resolver nada e apenas nos desgastamos. Há o vício da crítica? Há! Mas seremos muito mais felizes se nos lembramos que não vamos mudar nada nos outros e que as nossas críticas são apenas palavras vazias. vivemos de críticas? Vivemos! Melhor seria vivermos em paz connosco próprios.

2 comentários

Comentar post