Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

Poesia e outras palavras.

folhasdeluar

Poesia e outras palavras.

Dança imaginária

Sinais ruídos luzes sombras

Emparedados numa dança de corpos arqueados

Vejo o meu corpo dobrado...nada mais que eu

Apenas uma folha azul....

Tombando no desamparo de uma memória feliz.

 

Escavo a areia...procuro o mar escondido

Quero desvendar a palavra que escuta a minha

A harmonia tamborilando numa dança...

Escuto a montanha

Que trago na desobrigação de ser tempo

De encher páginas...de erguer joelhos

De formar frases em abismos apagados

Como se o peso da angústia

Tombasse para o interior de um violino imaginário

E depois...por magia

Dali saísse amparada em danças pujantes

Esquecidas de tudo...

 

2 comentários

Comentar post