Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

Poesia e outras palavras.

folhasdeluar

Poesia e outras palavras.

Delírio de fogo

Aquele que foi e já não é

Aquele que se disfarçou de riso e de comédia

Aquele que se acendeu nos olhos das aves

Não passa agora de um braço em riste

Onde desponta um dedo

Que aponta as saliências do futuro.

 

Aquele que num delírio de fogo escreveu poemas

Aquele que se confundiu com as sombras da floresta

Aquele que se extraviou por dentro da febre de ser apenas ele

É hoje uma transparência de perfume e vento

A acenar à neve que se solta das artérias do ar.

 

Aquele que roubou as cores e permaneceu por dentro dos instantes

Aquele que avançou pelos dias com a leveza de um astro insaciado

Aquele que flutuou na etérea fímbria da realidade

Agora só espera que uma aguda noite o transporte

Para dentro de uma folha que voga na brisa leve dos limoeiros.

 

8 comentários

Comentar post