Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

E depois do sono final?

Já todos ouvimos falar de pessoas que morrem e depois se vêem a si próprias deitadas em camas ou em macas. Quem passou por esta experiência fala de um bem-estar maravilhoso. É sobre esta sensação de maravilha que Plotino,filósofo grego, que quando acordava imerso numa beleza majestosa, dizia: "Pergunto-me como foi possível,e mais uma vez, descer desta maneira, como é que a minha alma pôde vir para o interior de um corpo, se já, quando está num corpo, me apareceu desta forma, ou seja, já lhe apareceu em forma de alma." Plotino acreditava no Divino e para ele o Divino era a alma solta, e isso era a suprema fonte da sua felicidade. Não sei se é verdade que Plotino acordasse com a alma fora do corpo, mas ele afirmava isso, como se tivesse vindo de uma transcendentalidade espiritual e era ali, dentro daquele supremo bem-estar que ele desejava ficar.

A verdade é que todos temos a tendência para acreditar numa alma que se liberta do corpo, mas para bem de todos nós não conseguimos assegurar que existe.

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.