Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

E digo desperta...

 

Há um fogo que transporto em camadas sobrepostas

Há um vulcão cauteloso a espreitar por dentro da loucura

E digo desperta...inventa...despe-te

E digo saca do alfange...ri...busca a ilha das gaivotas

E olho para dentro de um azulejo azul onde brilha o tempo das conquistas

E digo acorda...inventa invernos...busca montanhas...imagina barcos

E digo salta...respira vagas e brisas...cintila na sombra das paredes

E digo cavalga as ondas...claras ondas que se recortam na força do luar

E digo vastidão de alamedas...e falo de manhãs lisas e quietas

E adormeço...na impermanência da eternidade.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.