Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

folhasdeluar

folhasdeluar

E porque chegou a hora...

E porque chegou a hora...o olhar saboreia o grito dos aromas onde adormecemos

 

Talvez as minhas palavras se transformem em erráticos passos

 

E por entre o voo das águias se embriaguem luzes fulgurantes de transpiração

 

Talvez as distâncias se reclinem sobre os teus cabelos orvalhados

 

Talvez eu me transforme numa voz que empurra os barcos

 

Talvez escutes na ressaca do horizonte as palavras oriundas de outras terras

 

Talvez fôssemos mais doces nessas terras...

 

Onde a boca grita aos sóis...e as areias que nos entontecem junto às  gaivotas...

 

Se embrenhem nas ervas onde se  encerram fotos desfocadas

 

E tu ...despontes em mim...como uma ave que se desfaz num clarão de paixão!