Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

folhasdeluar

folhasdeluar

E tanto mar

 

Uma flauta...um pequeno sonho a jorrar verdades

Jethro Tull... songs from the wood

As notas ondulam...e eu já me perdi na espessura íntima da vida

Mesmo que alguém me chamasse...eu diria que me esqueci de acordar

Fechei as persianas...e o fumo do que sou sufoca-me

Quem sabe que pés tem a solidão que se levanta em silêncio...

Quando a ponta dos nossos dedos se consome nas ruas húmidas de saudades...

 

Somos símbolos estagnados de quê?

Pomos nomes às coisas...só para chamarmos as coisas por nomes

Afinal...Deus não tem nome ...não precisamos de o chamar...

 

Um dia acordamos e somos pássaros perdidos em gaiolas de pedra

E tanto mar...e tanto mistério...e nós já sem querer saber...