Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

Poesia e cenas do dia-a-dia

folhasdeluar

Poesia e cenas do dia-a-dia

És o sentido do meu texto

És o sentido do meu texto

A minha chama e a minha sorte

És a chuva que passa pela vidraça

E escorre pela minha alma

Cheiro o teu fascínio

o teu odor reside no mais profundo de mim

No lume do teu abraço

Reconheço as gotas de suor que se desfazem no teu colo

Conheço contigo a existência

Sem ti como poderia falar de existir

Ou de coração em sobressalto

Ou do cantar dos anjos

Ou até mesmo da felicidade de escrever só para ti

Tu tens o amor gravado na cegueira trémula dos meus braços

Tens o meu corpo a deslizar pelo momento da tua atenção

Esqueço o sono...

Basta-me um pouco de tão pouco de ti

Que a insónia é o meu milagre

Deixa que te diga...

Que guardo dentro de mim...

A frase quase absurda do amo-te muito

A frase sem finalidade..

Tu és a finalidade e para isso não são precisas frases

E não me falta...

O ontem e o hoje..e o teu abraço...

 

14 comentários

Comentar post