Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

folhasdeluar

folhasdeluar

Eu...os loucos...e risos até às lágrimas

Tenho um Karma com loucos, se eu me encontrar num local onde entre um louco já sei que virá ter comigo. Isto vem a propósito, ( e já não é a primeira vez), de hoje ter passado ali junto ao Miguel Bombarda e há sempre por ali umas personagens que me cativam, gosto de loucos e depois? Gosto de todos aqueles cuja engrenagem está um bocado emperrada...hoje o louco veio ter comigo e eu parei(como sempre faço quando a loucura vem ao meu encontro) e perguntou-me se eu queria a sua opinião...disse-lhe que sim e preparei-me para a ouvir, mas...ele tinha o disco riscado só repetia aquela frase...segui o meu caminho. Este meu respeito pelos loucos deriva do facto de ter tido um amigo que era esquizofrénico, ele fazia tratamento mas por vezes recusava-se e a coisa descambava e era precisamente nessa altura que eu mais gostava de falar com ele. Ele falava muito e um dia perguntei-lhe se não se cansava, ele respondeu-me que tinha que estar sempre a falar porque tinha um gajo dentro da cabeça que quando ele se calava o estava sempre a chamar de cabrão, filho da p...., vai pó c.....alho, e quando ele falava o outro calava-se para o ouvir. Fiquei a pensar que talvez sejamos todos esquizofrénicos, porque todos temos um gajo, ou gaja, na tola a falar connosco, só que o nosso não se manifesta...ou...manifesta??? Não sei!
Ma a cena mais louca que eu tive com ...um louco, passou-se no comboio e foi assim: entrei no comboio em Santa Apolónia sentei-me, havia vários lugares vagos e entra um tipo com um ar alucinado, senta-se ao meu lado...entram mais pessoas, esgotam-se os lugares e o louca entabula conversa comigo, eu retribuo...o comboio arranca e ele diz-me que tem uma coisa dentro de um saco que trazia com ele, saca de um instrumento musical(não sei o nome) era um daqueles tipo flauta mas em vez de buracos tinha teclas, e quer por força que eu toque, as pessoas começam a esboçar sorrisos, eu...estava na maior e lá convenci o louco de que não sabia tocar, se não sabes tocar olha...vamos ver umas revistinhas, tenho aqui queres ver? Disse-lhe que sim, ele mete a mão no saco e tira duas revistas...pornográficas...escabrosas...eu nego-me a pegar na revista e ele...se não queres ver a revista eu mostro-ta e vá de a folhear para eu ver...gargalhada geral...tudo a rir e...eu também...até às lágrimas...