Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

Fráguas

Olho e vejo com os olhos que escondo. Fotografo. A luz. A essência. A fadiga essencial. Por breves instantes sinto-me dentro de um outro mundo. Tudo se torna preto e branco. Os sorrisos. Os secretos rostos. Sinto em cada um que passa uma sensação de presságio. Vejo em cada rosto alegre uma obsessão. Vejo seres sem regresso. E dias sem traços. Tudo caminha sob o meu olhar. As sombras fugidias. As palavras. A transparência que um rasgo de memória desoculta. E paro...para que dure mais tempo a minha sintonia com o destino de quem passa.

 

Corro por essa estrada. Desabafo com este mar. Mais além cintilam fráguas de estrelas perdidas. Densas folhagens bebem o meu sangue. E esqueço. E esqueço-me. Que todo o círculo se completa. Que toda a vida se completa. Que as pegadas de mim...são sombras perenes no êxtase do céu.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.