Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

Gentis pensamentos cortam os ares...

Uivam os cães... perante as vénias carcomidas dos loucos
Gentis pensamentos cortam os ares...
E um violino taciturno murmura poemas que rangem de encontro às portas...fechadas...
Como se tivesse pressa de encantar o céu...ou de poisar nos prados...
De onde...subitamente...aves negras se elevam...num voo ilimitado
Para além das terras e das árvores...que o tempo habita
Como se fosse uma criança...com todo o futuro dentro de si...
Usando uns olhos profundamente sonhadores...que correm pelas montanhas...
Onde jazem abismos entorpecidos...pelo marulhar do mar...
E é nessas montanhas... que no cimo são habitadas por uma pequena casa...
Que vive o nosso amor..recluso...

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.