Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

Gota de chuva...

Dormes...

Escuto-te o respirar de anjo que se deita na minha primavera

És o meu jardim feito de raios flamejantes...

Que como rios feitos de espadas com cicatrizes

Percorrem o meu corpo num emaranhado de mapas.

 

Corpo de anjo entrançado numa manhã de sóis...

Que se escapam como fios entre os dedos...

Que correm sobre tranças de ouro em direcção a um firmamento intacto...

E todas as manhãs penetramos nesse tempo nu...indistinto...

Como astros peneirados por estrelas que dormem numa gota de chuva...

8 comentários

Comentar post