Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

Poesia e outras palavras.

folhasdeluar

Poesia e outras palavras.

Há uma solução para resolver o problema das urgências nos hospitais

O SNS tem um problema de gestão de tempos de trabalho. E um dos problemas,( é desse que quero falar), são as urgências. As urgências “consomem” mais de metade do tempo de trabalho dos médicos. São 18 horas de serviço semanal e mais seis de descanso. O restante tempo fica para consultas e cirurgias. A esta situação acresce o facto do estado, nós, gastarmos cerca de 260 milhões de euros com médicos tarefeiros, nas urgências.

 

A pergunta que faço é: porque é que o SNS não funciona como uma empresa? Porque é que não se criam equipas multidisciplinares com dedicação exclusiva às urgências? Certamente que os 260 milhões gastos com médicos tarefeiros, que ainda por cima não têm nem a responsabilidade nem o “traquejo” dos médicos que trabalham nos hospitais, chegariam para pagar esta revolução nas urgências.

 

Quais serias as vantagens. A mim, parece-me que seriam imensas, a começar pela “libertação” dos médicos para as consultas de especialidade, e para as cirurgias. Que certamente deixariam de ter os atrasos que agora se verificam.

 

Se numa empresa quem trabalha com produção, apenas faz produção, comparemos as urgências à produção. Quem trabalha em embalagem apenas faz embalagem,e nisso se especializa. porque não criar equipas de médicos dedicados apenas às urgências?

 

P.S. - ninguém se esqueça de que por um acto médico que corre mal, há dezenas de milhares que correm bem. É claro que não queremos que o acto que corre mal, seja connosco. Por tudo isto Viva o SNS.

38 comentários

Comentar post

Pág. 2/2