Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

folhasdeluar

Poesia e cenas do quotidiano

folhasdeluar

Poesia e cenas do quotidiano

Iludidos pela eterna fonte vaidosa...

Se eu pudesse despedir-me do meu corpo e viver de pensamentos
Se eu pudesse lavar o coração com quase nadas..
Se eu reservasse para mim o espectáculo melancólico da verdadeira alegria
Talvez o tempo voasse...como uma flor feliz por ter murchado...de desejos
Iludidos pela eterna fonte vaidosa...
Por onde o destino escorre insaciável e deslumbrante
Como um bicho de olhos profundos...perturbadores
Postos num perfume de carne florida...
Que uma primavera vaga e pungente...guarda em si...