Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

Poesia e cenas do dia-a-dia

folhasdeluar

Poesia e cenas do dia-a-dia

Imaginação

Por detrás de ti

O tempo respira o absoluto frenesim dos falcões

E o teu rosto é agora a ágil ave que prolonga o seu voo no infinito.

Não queiras ser a rebentação insuportável das vagas

Repara que o silêncio é feito de estranhos sonos

Onde há feras e coisas que te doem

Despede-te delas

Como se estivesses dentro de uma nascente de cristal

Não deixes que as tuas pupilas

Durmam em frente ao espelho

Desperta

Porque no bafo das sílabas está

A carinhosa rebentação das palavras

Não temas a terra que te toca as mãos

Envolve-te nesse céu que os teus olhos inventam

E perfeitamente acordado

Verás que não tens outra razão de existir

Imagina...uma e outra vez..

Que a noite te envolve nas suas mãos de lâmina

E que as estrelas usam máscaras espessas

Para que a harmonia dos sonhos

Nunca se desvaneça.

12 comentários

Comentar post