Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

Isto anda tudo ligado.

Somos o pais dos eufemismos. Agora a Festa do Avante, não é festa. É uma actividade política. Pode-se proibir as pessoas de se aglomerarem nas praias. De estarem afastadas entre si nas cerimónias religiosas. Pode-se proibir as crianças, nos infantários, de se tocarem e de trocarem de brinquedos. Pode-se proibir os festivais de verão. Mas a actividade política do PCP...não. Parece que a Quinta da Atalaia tem um espaço imenso onde está instalada uma espécie de vacina geral. Acho até que nem vão usar máscaras. Aquilo terá, certamente, palcos, ou palco. Terá pessoas a assistirem aos concertos. Que não serão concertos, serão comícios musicais. Mas o que mais me irrita, não é o PCP querer realizar a sua festa. Sabe-se que o PCP tem nos velhos a maioria dos filiados. Sabe-se também que são os velhos, pelos menos é a minha experiência, os que mais resistem a usar a máscara. Acham que nada lhes vai acontecer. Não é por isso de admirar que queiram realizar a Festa, perdão, a actividade política. O que mais me irrita é o primeiro ministro, pessoa que respeito e a quem tenho apoiado, vir agora com subterfúgios semânticos, para “legalizar” este ( até podemos chamar actividade política) ajuntamento de pessoas que é completamente contrário ao que se tem, e bem, andado a incutir nas pessoas, os seja, o afastamento social. Posso até compreender que os comunistas não se importem de serem contaminados,( penso que já o estão desde 1917,mas não é com covid), só não acho bem eu poder ser contaminado pela irresponsabilidade deles. Afinal, como diz o outro, isto anda tudo ligado.

6 comentários

Comentar post