Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

folhasdeluar

folhasdeluar

Mãos

Olho para  o outro lado de mim... perco-me? Não!

Porque do outro lado de mim ainda posso ver este meu lado que agora está em outro lado.

 

Nunca conseguirei caminhar mais que os caminhos que há para caminhar

Nunca serei um rio sem foz atado a duas margens do tempo.

 

Para viver basta-me o sol do teu sorriso....para morrer basta-me o silêncio intransponível da tua ausência.

Pego com mãos de vidro nas flores que o vento borda.