Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

Poesia

folhasdeluar

Poesia

Neblina

Um homem escuta o seu interior...ventrículo...aurícula... os dias crescem dentro dele

Corre... a neblina vinga-se do dia... distorce as suas faces...

E o homem desliza como um bailarino... bardo ressequido... poeta da floresta...

Foge... o vazio persegue-o... o vento é a poesia do ar ...

Talvez uma melodia o recorde... que nas praias rastejam partículas de sóis doirados

Sempre luminosas... sempre iluminadas....

 

8 comentários

Comentar post