Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

No pino mais alto do dia

No pino mais alto do dia... construí um mundo

Na vertente mais inclinada do mar

Desabrochei em cascatas de côr

Depois...foi só esperar...

Que uma bandeira de flores se agitasse ao sonho

E o vento me chamasse

Por dentro do meu remorso

De ser tarde e breve alma...desfocada...

Enfeitada com a indiferença do sangue escoado

Pela campina que entardece...

8 comentários

Comentar post