Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

folhasdeluar

Poesia e cenas do dia-a-dia

folhasdeluar

Poesia e cenas do dia-a-dia

O barco negro...

 

O barco negro... traçou no medo

Um rasto incerto

Correu nas águas... marcou as ondas

Sorriu ao tempo... agreste tempo...

 

O barco negro... sulcou o medo

Olhou atento... o mar incerto

 

O barco negro... fugiu do medo

Olhou os astros... cortou a espuma

 

O barco negro... seguiu a rota

Esqueceu a morte...

 

O barco negro... era um pensamento

Era um silêncio... era uma pressa

De mar sem tempo...