Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

Poesia e cenas do dia-a-dia

folhasdeluar

Poesia e cenas do dia-a-dia

O Natal - conto de natal

Tudo estava igual aos outros anos. A mesa posta. A família reunida. A alegria rara das crianças. Mas faltava alguém. E ao mesmo tempo todos os de outros tempos estavam presentes. Memória. Memória daqueles que nos precederam. Memória sempre presente do passado. Um dia também nós seremos memória. Mas a festa. O Natal. Será sempre motivo de correrias de crianças em volta da árvore enfeitada. Será sempre tempo de rabanadas e de filhós. Será sempre tempo de saudade. Da nossa saudade. Da saudade de sermos nós a desembrulhar o pequeno presente que nos calhava. Saudade de apanhar o musgo e encher o aparador com figurinhas de presépio. O Natal é celebração. O Natal é bem o exemplo do sacrifício. Há um simbolismo no Natal.A criança que nasceu numa manjedoura. A criança perante a qual os Reis Magos ajoelhram. Acabou crucificada e coroada de espinhos. Mas o Natal tem que ser vivido em harmonia. O Natal é maior que nós. Em redor da mesa tudo se reúne. Amizade. Família.Amor. Celebração de vida e continuação da vida. Que venha o bacalhau para a mesa. Que o vinho jorre em cada copo. Que as conversas se entrelacem em açucares e néctares. Que as almas comunguem do mesmo mistério. Que venha a chuva. E o frio enregele as ruas. Que as lareiras aqueçam a alegria. E para os que chegam atrasados a tiritar de frio. Há sempre o abraço familiar. Há sempre a toalha de linho que os espera. Enfeitada com vitualhas e fatias doiradas. Há algo de ingénuo em cada Natal. Há algo de ingénuo em cada presépio. Há algo de cada um de nós na memória de um tempo que sem nos apercebermos decorreu tão rápido. Agora só nos falta o grande madeiro a arder no adro da igreja. O madeiro. Símbolo de união entre todos. Símbolo de calor e amizade. Falta isso na cidade. Falta o calor da madeira e dos corpos. Resta-nos a eterna alegria. A eterna fantasia das crianças. Para nos aquecer a alma.

13 comentários

Comentar post