Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

Poesia e cenas do dia-a-dia

folhasdeluar

Poesia e cenas do dia-a-dia

O que é sentir?

capa 4.jpg

 

Começo por um pequeno dicionário:

 

Homeostasia – processo de manutenção dos parâmetros fisiológicos de um organismo vivo, conducente ao óptimo funcionamento e à sobrevivência.

 

Sentimentos homeostáticos – fome ou sede (por exemplo)

 

Os sentimentos dão-nos imagens identificáveis dos objectos que compõem o nosso interior - vísceras como o coração, os pulmões e os intestinos e das acções que eles executam, tais como pulsar, respirar e contrair.

Sejam vagos ou concretos, os sentimentos são sempre “informativos” , transportam em si mesmos conhecimentos importantes e introduzem esses conhecimentos no fluxo mental.

 

Tudo o que sentimos corresponde a estados do nosso interior. Não sentimos a mobília que nos rodeia nem a paisagem. Apreendemos a paisagem e a mobília, mas a nossas percepções podem, com facilidade, provocar reacções emotivas e conduzir aos respectivos sentimentos. Aquilo que realmente sentimos, é como o nosso organismo, em parte ou no seu todo, se encontra em cada momento.

Os sentimentos devem a sua existência ao facto de o sistema nervoso estar em contacto directo com o nosso interior e vice-versa.

Os sentimentos criados no nosso organismo e experienciados na mente consciente perturbam-nos fisicamente, quer de forma positiva quer negativa. Porque e como o fazem? Porque são “internos” e porque dispõem de acesso.

 

Os sentimentos são percepções interactivas. Os sentimentos recolhem as suas mensagens “dentro do interior do organismo” e mesmo dentro dos objectos situados nesse interior. Não se limitam ao que os rodeia. Os sentimentos ocorrem no nosso interior, bem como as suas consequências; os sentimentos permitem-nos vislumbrar as vísceras envolvidas nessas acções. Não admira que os sentimentos exerçam um poder muito especial sobre nós. Verifica-se uma cooperação intensa entre as partes do corpo e os elementos neurais. Corpo e sistema nervoso são os parceiros criadores. Aquilo que vem a ser representado em imagem não é puramente neural, nem puramente corporal. Resulta de um diálogo, de uma troca dinâmica entre química do corpo e actividade bioeléctrica dos neurónios.

 

E para acabar o que são os sentimentos?

 

Sentimentos: são as experiências mentais que acompanham os vários estados da homeostasia do organismo, quer sejam primários (sentimentos homeostáticos como a fome ou sede) ou provocados pelas emoções (sentimentos emocionais como o medo a raiva ou a alegria).

 

Podemos conceber os sentimentos em termos musicais. Os sentimentos constroem uma partitura musical que acompanha os pensamentos e as acções.***

 

***P.S. Isto é apenas um pequeno “aperitivo” ao livro - Sentir e Saber de António Damásio

 

10 comentários

Comentar post