Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

O que trago em mim

Não trago mais em mim...do que uns olhos e umas pedras

Não trago mais em mim...do que um fogo e uma ternura.

 

Agarro o mundo com os meus dedos cósmicos

Desembaraço-me das estrelas e planto aves negras em cada beiral

E não digam que não veem... as sombras do meu pensamento.

 

Por aqui ando a sentir este véu de tempo a consumir-me

Por aqui falo das rosas e dos trevos

E também...do meu desamor pela carne inútil dos dias.

 

Que fazem as nuvens que pairam num céu de corvos?

Que buscam os homens que pairam num tempo gretado?

E as noites...e a seda...e a indiferença...

Que diferença fazem na vida de cada um?

 

Perdeste as chaves...

Já não podes abrir a fotografia da tua infância...

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.