Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

As urgências - e os médicos...

O SNS está a rebentar pelas costuras. Culpa do desinvestimento do tempo da troika. Tempo esse que agora é preciso recuperar. Há cirurgias atrasadas. Consultas atrasadas. Dívidas. O governo enverga aqui uma camisa de sete varas. É preciso investir nas pessoas. É preciso investir em novos equipamentos. É preciso pagar dívidas. E ainda é preciso pagar aos hospitais privados os serviços que o SNS lá manda realizar, 500 milhões ano.

 

 

O SNS tem um problema de gestão de tempos de trabalho. E um dos problemas, é desse que quero falar, são as urgências. As urgências “consomem” mais de metade do tempo de trabalho dos médicos. São 18 horas de serviço semanal e mais seis de descanso. O restante tempo fica para consultas e cirurgias. A este situação acresce o facto do estado, nós, gastarmos cerca de 260 milhões de euros com médicos tarefeiros, nas urgências.

 

O que me pergunto é; porque é que o SNS não funciona como uma empresa? Porque é que não se criam equipas multidisciplinares com dedicação exclusiva às urgências? Certamente que os 260 milhões gastos com médicos tarefeiros, que ainda por cima não têm nem a responsabilidade nem o “traquejo” dos médicos que trabalham nos hospitais, chegariam para pagar esta revolução nas urgências.

 

Quais serias as vantagens. A mim, parece-me que seriam imensas, a começar pela “libertação” dos médicos para as consultas de especialidade, e para as cirurgias. Que certamente deixariam de ter os atrasos que agora se verificam.

 

Se numa empresa quem trabalha com produção, apenas faz produção, comparemos as urgências à produção. Quem trabalha em embalagem apenas faz embalagem,e nisso se especializa. porque não criar a especialidade de médicos dedicados apenas às urgências?

 

P.S. - ninguém se esqueça de que por um acto médico que corre mal, há dezenas de milhares que correm bem. É claro que não queremos que o acto que corre mal, seja connosco.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Folhasdeluar 26.11.2019

    A verdade é que desde 2015 já entraram alguns milhares de pessoas,(médicas(os) enfermeiras(os), auxiliares, etc para o SNS. E também é verdade que foram orçamentados para o SNS mais 1,5 mil milhões de euros, do que no tempo do anterior governo. Não se trata de branquear. acontece que as coisas demoram tempo a equilibrar-se.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.