Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

O vento do tempo

4.JPG

Dissipa-se pela noite o perfume de uma luz azul

O tempo perde-se nos confins dos segredos

Os meus olhos tocam os pequenos naufrágios da alma

A noite embala-me...como se eu fosse uma estátua impermanente.

3.JPG

Memória gravada no estreito caminho da pedra

Tempo de outros tempos a ecoar nos desertos da memória

Rostos naufragados na construção do seu mundo

Beleza pura perdida no vento do tempo.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.