Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

Poesia e outras palavras.

folhasdeluar

Poesia e outras palavras.

Olha mais longe - segundo poema de Natal

Olha mais longe

Vê a alta estrela

Caminho de foz

Corredor de luz

Um tempo perfeito

Um Deus pequenino

O ritmo das ruas

As luzes de lágrimas

Pinheiro de neve

Límpido corredor

As pupilas acesas

Na pureza do céu

Um grito de Homem

Pesado...absurdo

Um grito intranquilo

O Natal é alheio

Ao negro da guerra

No jogo da penumbra

Uma esperança inteira

Num límpido destino

Numa brisa quente

Num calor de lareira

Numa  paz aérea

Que algum dia virá

Tocando-nos a alma

Como uma exacta fonte

Vertendo caminhos

Junto ao coração

Das estreitas ânsias

Das mães em aflição

Onde involuntários rostos

Um dia florescerão

No berço do Menino

Tão breve tão fino

Tão cheio de mar

Tão cheio de força

No acreditar!

 

 

8 comentários

Comentar post