Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

folhasdeluar

folhasdeluar

Os olhos do tempo

 

 

Esta estranha fé no mundo

Esta estranha estrada em que caminho

Esta estranha fé nas coisas que deslizam pelos meus olhos

Não a posso explicar

 

Este estranho estampido que ecoa dentro no meu silêncio

Esta estranha fala que não percebo

Este estranho encanto e desencanto

Pesa-me no corpo...desaba-me nas sílabas

Como se os olhos do tempo...não tivessem tempo para mim...