Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

Os velhos e o coronavírus (fábula)

A crise do coronavírus vem aumentar o rácio da natalidade entre bebés e velhos. Até agora era preciso aumentar a taxa de natalidade porque são os jovens que mais consomem. Os velhos (característica da idade e da falta de necessidades eram maus consumidores), não consumiam. Os velhos eram considerados uma despesa para a segurança social e os gastos com as suas terapêuticas e reformas, eram considerados excessivos e ameaçavam levar à ruína o estado social. Os velhos eram considerados apenas como dados estatísticos que consumiam imensas somas de dinheiro ao estado. Vivíamos num mundo alienado, cuja filosofia de vida era apenas e só a económica. Eis senão quando...se descobre que os velhos têm uma vida. Uma vida igual à de todos os cidadãos. Uma vida que é preciso proteger. E que ao protegê-la estamos a proteger também a nossa. Talvez agora, e num futuro próximo, se criem condições sociais e económicas que respeitem os velhos. Os velhos (não como um adjetivo) mas como pessoas que viveram (muito) e que merecem todo o nosso respeito.

12 comentários

Comentar post