Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

Ouves todas as palavras

índice.jpg

 

Ouves todas as palavras que te atravessam como uma vertigem.Sentes a lembrança de um tempo que não se repete. É tão raro escutares os sons da vida quando a tua alma desemboca num cais desconhecido.Mas estás vivo. Estás vivo para além de toda a serenidade da foto onde vês a tua juventude sem rosto.Ficaste isolado num tempo de cipreste apontando o céu.Devoras agora a tempestade que te assola.Cantas sobre a saliva que sai da boca estranha do tempo e esperas serenamente pelo regresso das violetas.Enquanto viajas para além da concha que se fecha como uma máscara feita de jade.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.