Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

Poesia e outras palavras.

folhasdeluar

Poesia e outras palavras.

Pássaros

Em todos os dias há uma partida...

A luz...os sons...os pássaros que voam sem saberem que são pássaros

E por isso voam... dentro de nós

Voam contra a impotência da luz

Voam contra a sua mágoa de serem pássaros

E gritam...como se fossem séculos solitários

Há uma terrível imprevisibilidade no voo dos pássaros

Há uma solidez de tempo e medo

Do fundo do seu voo escorrem reinos de beleza e frio

Incógnitos desejos...que queimam a sua leveza de pássaros

Há noite...os pássaros arrumam-se nos ramos das árvores

De manhã ...são os despertadores do silêncio

São como corredores perdidos dos nossos olhos carentes

Os pássaros deslizam por nós como se fossem dúvidas voadoras

Ou choros de crianças em ascensão

Os pássaros são os nossos recantos...de alegria...

E voam...

 

 

2 comentários

Comentar post