Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

folhasdeluar

folhasdeluar

Peixe-voador

Sentei-me na praia como se me sentasse no espaço que me separa do mundo

Fixei a minha sombra na areia lisa de sol

Deambulei pela linha pesada do horizonte

Encolhi os olhos à claridade salgada da luz

Adormeci na espuma oblíqua das ondas

Senti a alma a embater de encontro à luz

O mar respirava...

Extinguia-se na praia do meu silêncio

Silêncio de rochedo tatuado na areia

Dos meus olhos saía a obscuridade baça das algas

Eu era...um peixe-voador...

A cavalgar a imobilidade da lua...

Que nascera dentro de mim.