Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

Poesia e cenas do dia-a-dia

folhasdeluar

Poesia e cenas do dia-a-dia

Pensamentos

I

O voo de um pássaro desfolha um céu de veludo azul. ..

e transforma-se na luz de um tempo feito de solidão.

II

Que sentes quando pisas o cascalho da alma?

III

Espesso vento...unhas de arrepio

doloroso veneno de chama a fundir o nosso corpo de cal.

IV

Disponho da noite como quem vive numa praia solitária.

V

Dissolvo-me como quem se fecha numa seara de trigo

e basto-me como se conhecesse o segredo das estradas.

VI

Cada dia é uma longa candeia que tece a minha memória.

VII

Que me falem os desertos...que o meu corpo sinta a chama

impoluta das marés.

4 comentários

Comentar post