Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

folhasdeluar

folhasdeluar

Procuro-me

Procuro-me por entre frases e poemas

Procuro saber onde me perdi...que conspirações ergui

Que espada desembainhei

Procuro saber o que nasceu em mim...que mares descobri

Com que asas voei

 

Sei que não me pertencem os flancos do silêncio

Sei que pertenço a outros céus

Sei que a manhã cai sobre a estrada que começa em mim

Que nos meus braços a neve reluz como se me reconhecesse

 

Da janela vejo o vento que arrasta os sorrisos das folhas

Em cada palavra há um infinito...uma chuva...um assombro

Nos meus olhos há palpitações...fogos...calamidades

Enquanto a roda do mundo gira pela luzidia chama dos dias

 

Nada me pertence..nem os gestos...nem as árvores...nem o rasto do mar

Debaixo de mim....o tempo...ressequido...incendiado

Na minha lapela...um suave sopro de fantasia...

Acorda-me...